Ágatha e Bárbara atropelam argentinas e avançam no vôlei de praia olimpiadas 2016

Publicado em

16 de
ago

Autor:

juancarloscunha

Esportes

Ágatha e Bárbara atropelam argentinas e avançam no vôlei de praia

As brasileiras sacaram muito bem e chegaram a fazer cinco aces seguidos no segundo set

Com agências

Postado em 08/08/2016 às 13:36

Ágatha e Bárbara atropelam argentinas e avançam no vôlei de praia (Foto: Celio Messias/inovafoto)
Facebook

O vôlei de praia continua trazendo alegrias para o Brasil, carente de medalhas nos primeiros dias dos Jogos Olímpicos do Rio-2016. Nesta segunda-feira, foi a vez de Ágatha e Bárbara brilharem na areia, com uma vitória em dois sets sobre as argentinas Ana Gallay e Georgina Klug (21-11, 21-17), avançando antecipadamente às oitavas.

Na estreia da competição, no sábado, a dupla brasileira havia vencido as tchecas Hermannova e Slukova, mas de virada (2-1). Com isso, somam agora 4 pontos no Grupo B e estão garantidas no mata-mata da competição. Diferentemente do primeiro jogo, no qual entraram nervosas e foram surpreendidas pela dupla tcheca no primeiro set, Ágatha e Bárbara não tomaram conhecimento das rivais argentinas desde o início e, com direito a oito pontos consecutivos, abriram 10 a 4, levando a torcida à loucura.

A estratégia da dupla argentina, que consistia em sacar em Bárbara, de menor estatura do que Ágatha, para ter maior chance de bloqueio, saiu totalmente pela culatra. A camisa 2 do Brasil estava em dia inspirada e praticamente não errou, fechando o set num lindo ataque cruzado, seu 14ª dos 21 pontos da dupla na parcial.

No segundo set, as argentinas, famosas no Circuito Mundial pela garra, não se entregaram e fizeram jogo bem mais parelho, dificultando a vida do Brasil. Chegaram até a abrir três pontos de vantagem (9-6), com Gallay atacando com precisão e bloqueando ataque de Bárbara.

A brasileira, porém, virou o placar com uma sequência impressionantes de saques, colocando a bola quatro vezes entre as argentinas, que se atrapalharam em todas e não conseguiram segurar. No quinto saque, já sobe os gritos de “Ace! Ace!” vindo das arquibancadas, a bola bateu na fita e enganou as adversárias, aumentando a vantagem do Brasil (12-9).

Depois foi só segurar a vantagem, até fechar o segundo set e a partida em outro belo saque de Bárbara que Klug não segurou, o oitavo ace da brasileira no jogo: 21 a 17.

 
Deixe seu comentário!